Petrolífera venezuelana impedida de cumprir quotas de abastecimento a oito empresas internacionais

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A empresa estatal Petróleos da Venezuela (PDVSA) notificou oito clientes internacionais de que não conseguirá cumprir todos os compromissos de fornecimento de petróleo, durante este mês.

A notificação foi feita a compradores de crude, de acordo com a página ‘online’ da S&P Global Platts, empresa que proporciona informação do mercado internacional dos setores de petróleo, gás, energia, petroquímica, metais, agricultura e transporte marítimo.

Segundo a S&P Global Platts, a PDVSA tem uma obrigação contratual de abastecer 1.495 milhões de barris diários de petróleo a esses clientes, mas tem apenas 694.000 barris/dia disponíveis para exportar.

“Entre os clientes afetados, devido à baixa disponibilidade de crude para exportar estão Nynas, Tipco, Chevron, CNPC, Reliance, Conoco, Valero e Lukoil, que vão receber parcialmente os volumes estabelecidos pelos contratos”, explicou a empresa, citando fonte da PDVSA.

Dados não oficiais dão conta de que a produção da PDVSA caiu, nos últimos dois anos, de 1,41 milhões de barris diários de crude para um mínimo de 900.000 mil barris em abril de 2018.

FPG // EJ

Lusa/Fim

Deixe uma resposta