PM destaca papel “fundamental” da ferrovia para a internacionalização da economia

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O primeiro-ministro, António Costa, sublinhou hoje, em Viana do Castelo, a aposta do Governo na ferrovia, defendendo que se trata de um elemento “fundamental” para a internacionalização da economia.

Falando na inauguração da eletrificação do troço da Linha do Minho entre Nine e Viana do Castelo, António Costa acrescentou que Portugal tem de acompanhar o “grande investimento” que está a ser feito para criar “grandes redes transnacionais que liguem toda a Europa por via ferroviária”.

“Não podemos estar fora desse esforço, temos de estar nesse esforço”, afirmou.

O primeiro-ministro destacou que o investimento na Ferrovia 2020, com mais de 2 mil milhões de euros mobilizados, “é um dos grandes objetivos que o país tem de ser capaz de concretizar”.

Nesse programa, destacou três eixos que rotulou “da maior importância”: a ligação do porto de Sines a Espanha, a ligação do porto de Aveiro a Vilar Formoso e a ligação do Porto à Galiza.

“Passo a passo, estação a estação, vamos fazendo o que temos de fazer”, acentuou, defendendo a importância da ferrovia como um elemento fundamental para a internacionalização da economia.

“Durante anos, tivemos de partir para longe para encontrar as oportunidades que o nosso território não era suficiente para assegurar. Hoje, com a integração europeia, temos obrigação de constituir e de fazer parte de um grande mercado ibérico”, referiu.

A eletrificação do troço Nine-Viana do Castelo custou 16 milhões de euros, estando em curso a empreitada de eletrificação do troço entre Viana do Castelo e Valença, que estará concluída no segundo semestre de 2020.

De manhã, o primeiro-ministro esteve presente na cerimónia que assinalou a entrada em funcionamento de um novo troço de 14 quilómetros, da Linha do Douro, entre as estações de Caíde de Rei e Marco de Canaveses, um investimento de 10,5 milhões de euros.

“Hoje é um dia particularmente feliz para Portugal”, disse.

VCP // SF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta