Mercedes-Benz diz que 2018 foi o melhor ano de sempre em Portugal

surfaratendencia

, Notícias

O presidente executivo da Mercedes-Benz Portugal, Pierre-Emmanuel Chartier, afirmou hoje, em Sintra, que 2018 foi “o melhor ano de sempre” no país, com 90.600 viaturas vendidas, e afirmou estar “otimista para 2019”.

“O ano de 2018 foi o melhor ano de sempre para a Mercedes-Benz Cars em Portugal”, disse o gestor à agência Lusa no final de um encontro com a imprensa, durante o qual foram apresentados os resultados da Mercedes-Benz Portugal no ano passado.

“Estamos muito contentes com o desempenho da Mercedes Benz em 2018. Foi o melhor ano de sempre em Portugal e nós temos de manter a confiança de 60.000 clientes, o que é um grande resultado para nós e, por isso, estamos muito contentes de ter estes novos clientes”, afirmou.

Os automóveis Mercedes-Benz vendidos em 2018 em Portugal mantiveram a tendência de crescimento registada em anos anteriores, com um acréscimo de 1,2%, para 16.464 veículos, face ao ano precedente.

A Mercedes-Benz alcançou, assim, uma das maiores quotas de mercado a nível europeu, com 7,2%, tendo sido a 3.ª marca mais comercializada no mercado português.

“Acreditamos que vamos continuar a crescer e estamos muito otimistas para 2019”, disse também Pierre-Emmanuel Chartier, suportando a seu otimismo no lançamento no mercado nacional de doze novos modelos e seis motorizações ao longo deste ano.

A Mercedes-Benz e a smart, outra marcado do grupo Daimler, terminaram 2018 com a venda de 19.669 unidades, sendo que o grupo comercializou um total de 21.900 modelos entre automóveis comerciais ligeiros, comerciais pesados e ainda de passageiros.

Em 2018, o número de automóveis da marca smart vendidos em Portugal aumentou em 2,5% para 3.205 unidades, o que constituiu o segundo melhor desempenho de sempre no mercado português.

Ao nível do negócio dos usados, o crescimento da Mercedes-Benz foi de 8,3% face ao ano anterior.

O grupo automóvel entende que a mobilidade elétrica “está a crescer a um ritmo mais acelerado do que se previa”, pelo que vai passar a posicionar a smart como “a marca 100% elétrica” no próximo ano.

Atualmente, a infraestrutura de postos de carregamento elétrico em Portugal conta com 1.600 postos.

JS // CSJ

Lusa/Fim

Deixe uma resposta