PSI20 com muito mau aspecto

Tiago Esteves
Mais um dia negativo no PSI20, e em vários dos seus títulos. Apesar de algumas das suas unidades continuarem a apresentar bons desempenhos, estando mesmo próximas de máximos (é o caso de EDP, EDPR, ESS, GALP, Mota Engil e Semapa), outras estão a testar ou próximas de testar suportes decisivos (é o caso de Altri, BCP, BES, Sonae e Zon Optimus). Caso as coisas não mudem rapidamente, todo o processo ascendente no índice poderá ser colocado em causa.

Se assim for, mais títulos se aproximarão dos que já entraram próximos do abismo, como é o caso de ESFG, Jerónimo Martins e Portugal Telecom… Cá estaremos, para verificar os desenvolvimentos nos próximos tempos. Mas, de facto (e mesmo sem a tendência ascendente do índice estar em causa no médio prazo), as coisas já estiveram mais bonitas este ano.

Comment List

  • Eduardo Cruz 20 / 06 / 2014 Reply

    Sr Tiago abismo nao sera uma palavra um pouco pesada…

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 20 / 06 / 2014 Reply

    Um pouco, Eduardo. Daí só a ter utilizado para caracterizar o movimento das três acções mais bearish do índice. Caso as enunciadas activem padrões de inversão poderão perfeitamente seguir-lhes as pisadas

  • Depois de olhar para o índice e ver que o suporte dos 7138.9 foi quebrado em força e volume, sabendo que esta foi uma péssima semana em grande parte devido à instabilidade do sector financeiro. Mesmo tendo em conta as cotadas que falou à qual acrescentaria os CTT que tudo indicava ir testar máximos, ainda assim não consigo perceber o seu alarmismo, sobretudo a partir das leituras semanais que tem feito. Se estamos em bullmarket são naturais movimentos de correcção no curto-prazo, mas no médio e mesmo longo o índice segue o seu curso. Sobretudo penso que o cenário melhorará quando o sector financeiro resolver os seus problemas – o BES já fez a sua parte, falta agora o AC do BCP e possivelmente do BPI.
    Não parece mais do que um cenário de uma ida, no máximo, até ao suporte dos 6267.5 ficando algures pelo caminho? Sinceramente prefiro a minha hipótese, mas sobretudo gostaria de perceber melhor a sua pois é seguramente mais válida do que a minha. Pois se a sua se concretizar os touros dão lugar aos ursos, fecho tudo no PSI20 que seja longo e dedico-me em exclusivo ao FOREX… LOL.

    um abraço,

  • Duarte Moreira 20 / 06 / 2014 Reply

    Boas Tiago!

    De facto as coisas já tiveram bem mais bonitas…Engraçado que tinha aberto curtos na Altri e Sonae por achar que estavam a dar sinais de fraqueza e porque queria fazer um pouco de hedging da carteira. Contudo fui stopado na Altri, um pouco por culpa minha pois deixei o stop muito próximo.
    Grande abraço

  • joão miguel 20 / 06 / 2014 Reply

    estimado Tiago, mais uma vez, obrigado pelas análises.
    hoje foi a primeira vez que tive conhecimento do Quadruple witching day.
    qual a importacia deste dia? é possivel interpretar o Quadruple witching day e prever eventuais tendencias?
    por exemplo, no fecho a JMT subiu e a PT desceu, ambas com volume considerável. poderá ser interpretado como fecho de curtos / abertura de longos no caso da JMT e o inverso no caso da PT?
    obrigado.

  • Anónimo 20 / 06 / 2014 Reply

    Tiago, achas que o toque na micro LTA no BES poderá dar origem a um ressalto ou, na tua opinião, as probabilidades são de descer mais de imediato?

  • FilipeBS 20 / 06 / 2014 Reply

    Caro Tiago.
    É verdade que parece haver uma figura de inversão desenhada acima dos 7100 pontos.
    Mas proponho o seguinte cenário alternativo: LTA com primeiro toque no mínimo do dia 7-Ago-2013, e quatro toques/aproximações subsequentes: 28-Ago, 9-Out, 4-Fev 16-Maio. Se esta LTA tiver algum significado, podemos ver o PSI20 a aproximar-se nos próximos dias desta LTA, em torno dos 7000-7030 pontos. Nessa região, pode até fazer uma vela com sombra mais abaixo, mas fecho a tocar ou em cima da LTA. Isso será um sinal positivo para várias janelas temporais.
    Se esta LTA não for respeitada, e inclusive tivermos uma quebra dos 6740, então começa a ser plausível pensar-se em "abismo". Até lá vou confiando nesta LTA.
    É claro que, do ponto de vista mais fundamental, a situação no BES, e o provável AC no BCP podem complicar as coisas. O PSI é muito determinado pelo que se passa na banca.
    Cumps,
    Filipe

  • Daniel Pires 21 / 06 / 2014 Reply

    Bom dia Tiago
    Também estou alarmado quanto ao psi e as restantes das cotadas, sem dúvida que para a semana vamos ter muito que pensar hehhe
    Bom São João

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 21 / 06 / 2014 Reply

    Indo por partes….
    Manuel e Filipe,
    Desenvolverei mais tarde o cenário referente ao índice no vídeo de análise, este post era sobretudo dedicado aos títulos individuais. Poderemos ter perfeitamente, num cenário hipotético, 18 títulos em Bear mode e o índice a subir. Bastava que a EDP e a PT se decidissem a subir consistentemente, os seus pesos baralhariam as contas todas. Quero com isto dizer que, apesar de vários títulos individuais, já enunciados, estarem muito próximos de pontos-chave e de a quebra desses pontos-chave poder ser decisiva para uma inversão de tendência, isso não quer dizer que o índice em si acompanhe esse comportamento!

    João,
    Eu não daria especial importância ao dia de fecho. Se eu fosse institucional e quisesse fazer alterações na minha carteira não iria certamente esperar pelo término da validade das opções para o fazer. Isso pode resultar com investidores individuais, com os institucionais a história é outra. Mesmo o rollover das posições, raramente é feito no último dia. Não há necessidade de o fazer, já que o efeito contango se vai dissipando à medida que o contrato se aproxima da maturidade. Fazer o rollover no último dia ou na última semana é, em termos práticos (e descontando a imprevisibilidade da volatilidade do último dia), muito semelhante.

    Caro anónimo,
    Analisarei este fim de semana o BES de forma mais aprofundada. Mas não consideraria essa linha como válida, dada a discrepância temporal entre o 1-2 e o 2-3 toques (sobretudo porque o eventual terceiro toque ainda terá de gerar uma reacção – se a gerar, mesmo com a discrepância temporal, considerá-la-ei).

    Manuel (em relação aos CTT),
    Não os acrescentei à lista de bulls deliberadamente. Considerando o ciclo de lower-highs, estou pouco crente que vão testar máximos. Estou à espera do melhor ponto para liquidar mais uma parte da minha posição

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 21 / 06 / 2014 Reply

    Indo por partes….
    Manuel e Filipe,
    Desenvolverei mais tarde o cenário referente ao índice no vídeo de análise, este post era sobretudo dedicado aos títulos individuais. Poderemos ter perfeitamente, num cenário hipotético, 18 títulos em Bear mode e o índice a subir. Bastava que a EDP e a PT se decidissem a subir consistentemente, os seus pesos baralhariam as contas todas. Quero com isto dizer que, apesar de vários títulos individuais, já enunciados, estarem muito próximos de pontos-chave e de a quebra desses pontos-chave poder ser decisiva para uma inversão de tendência, isso não quer dizer que o índice em si acompanhe esse comportamento!

    João,
    Eu não daria especial importância ao dia de fecho. Se eu fosse institucional e quisesse fazer alterações na minha carteira não iria certamente esperar pelo término da validade das opções para o fazer. Isso pode resultar com investidores individuais, com os institucionais a história é outra. Mesmo o rollover das posições, raramente é feito no último dia. Não há necessidade de o fazer, já que o efeito contango se vai dissipando à medida que o contrato se aproxima da maturidade. Fazer o rollover no último dia ou na última semana é, em termos práticos (e descontando a imprevisibilidade da volatilidade do último dia), muito semelhante.

    Caro anónimo,
    Analisarei este fim de semana o BES de forma mais aprofundada. Mas não consideraria essa linha como válida, dada a discrepância temporal entre o 1-2 e o 2-3 toques (sobretudo porque o eventual terceiro toque ainda terá de gerar uma reacção – se a gerar, mesmo com a discrepância temporal, considerá-la-ei).

    Manuel (em relação aos CTT),
    Não os acrescentei à lista de bulls deliberadamente. Considerando o ciclo de lower-highs, estou pouco crente que vão testar máximos. Estou à espera do melhor ponto para liquidar mais uma parte da minha posição

Deixe uma resposta