PSI20 encerra a ganhar 0,55% com Ibersol a valorizar-se mais de 5%

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O PSI20, principal índice da bolsa portuguesa, subiu hoje 0,55% para 5.599,76 pontos, com a Ibersol a valorizar-se mais de 5%, em linha com as principais praças europeias.

Dos 18 títulos cotados no índice, 12 encerraram em terreno positivo e seis a desvalorizar-se.

Entre as subidas, destaque para a Ibersol, que ganhou 5,15% para 12,25 euros, um dia depois de ter anunciado, no âmbito da injeção de capital que vai realizar, que as ações representativas do seu capital social (…) “até ao dia 17 de julho de 2018, inclusive, conferem o direito a participar no aumento de capital por incorporação de reservas, passando as ações a negociar em bolsa sem direito a essa participação a partir do dia 18 de julho de 2018”.

“As ações serão atribuídas gratuitamente aos acionistas da Ibersol na proporção de uma nova ação por cada cinco ações detidas, mediante a aplicação do fator de atribuição 1/5 às ações detidas, com arredondamento por defeito e serão creditadas nas contas dos acionistas da Ibersol no dia 20 de julho”, acrescentam.

Seguiram-se as ações da NOS e da Semapa, que ganharam mais de 2% na sessão de hoje, para 4,868 euros e 23,05 euros, respetivamente.

Por sua vez, a Jerónimo Martins, Sonae e Mota-Engil avançaram mais de 1%, sendo que os restantes seis títulos que encerraram em terreno positivo (Navigator, REN, Galp, Altri, F. Ramada e Corticeira Amorim) registaram ganhos inferiores.

Do lado das perdas, o BCP, deslizou 0,92% para 0,2576 euros, seguida da EDP Renováveis, que caiu 0,76% para 9,10 euros.

Os restantes títulos, EDP, Sonae, Pharol e CTT registaram desvalorizações menores.

As bolsas europeias encerraram em terreno positivo, com os ganhos a variarem entre os 0,39% da bolsa de Madrid (IBEX 35) e os 0,05% da praça Milão (FTSE MIB).

Sensivelmente à mesma hora do fecho da bolsa de Lisboa, os mercados acionistas norte-americanos seguiam em alta.

DGZC // MSF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta