Reconfiguração à Banca – BPI e Montepio tornaram-se desinteressantes

Tiago Esteves
Depois da situação da OPA ao BPI ter conhecido contornos decisivos, já não se esperam alterações substanciais ao nível do preço. Só um golpe de teatro poderia alterar essa situação, pelo que neste momento este título só já é interessante para “scalpers de médio prazo” que tentam retirar mais-valias das oscilações em redor do preço médio (até é uma estratégia lucrativa, se for bem executada!). Desinteressante, portanto, para continuar a ser analisado de uma forma regular.

A mesma falta de interesse se associa às UP’s do Montepio cotadas no PSI20, se bem que estas nem chegaram sequer a suscitá-lo. Já comentei o que espero deste “título”, e até ver a trajectória tem-me dado razão. Não existem quaisquer motivos razoáveis para acreditar na existência de oportunidades por estes lados, e por isso excluirei oficialmente o Montepio e o BPI das análises regulares ao sector da banca. Mantém-se os CTT, BCP e o ING.
Não deixa de ser irónico, contudo, que ambos continuem a fazer parte do principal índice financeiro Nacional…

Deixe uma resposta