Renesola – Pennant

Tiago Esteves


A renesola (NYSE:SOL) é uma empresa chinesa ligada à construção e comercialização de painéis solares, com vários contratos promissores para a instalação de parques solares.
Como já poucas dúvidas existem sobre o papel cada vez mais importante das renováveis no futuro energético do mundo, achei importante abrir uma posição nesta área. Após o período de abrandamento da subida do crude, estamos a caminho de novos máximos, o que beneficiará as renováveis. Isto poderá parecer um contra senso em relação ao artigo sobre o petróleo, mas não é. A bolha irá rebentar, mas não me parece que seja tão cedo, já que esta é em tudo uma bolha diferente das típicas. E se tenho de lucrar com estas subidas incessantes, parece-me muito mais ético fazê-lo financiando as renováveis do que comprando futuros de petróleo (incentivando assim o aumento da especulação).
A SOL é um daqueles títulos que mexeu comigo. Lançada em bolsa no início do ano, dizia quem sabe de AF que era das mais baratas no sector das renováveis. Desde o início de Maio que a observo, desde 9 de Maio que a persigo. E tem-se escapado das minhas mãos como areia… quanta mais é a minha vontade de a comprar, mais ela se escapa, mesmo entre os meus dedos. Um dia destes coloco aqui a lista dos principais erros de quem investe. Este é um deles, quando se quer comprar, compra-se. Ponto final! Ver um título praticamente duplicar a sua cotação em duas semanas, quando se poderia ter comprado no início da subida, mexe com a parte mais psicológica de quem investe (é este sentimento, e o que o provoca, que dá a consistência e importância merecidas à análise técnica).
E quando não se compra? Espera-se por uma correcção? Sim, se a subida for demasiado abrupta. Nas subidas abruptas existe sempre tomada de lucros e consequente abrandamento na escalada. E qual o momento certo para entrar? Depende da situação. Neste caso, está-se a formar um padrão de continuação, que nos indica que muito provavelmente as subidas continuarão em breve. Este padrão é muito discutível, dada a quantidade de padrões semelhantes. Neste caso em particular acredito que estejamos perante um pennant. Este é bastante semelhante à bandeira e tem o mesmo significado, a diferença é que o pennant se constitui por um triângulo simétrico. A particularidade que me fez afastar os outros padrões semelhantes, foi o espaço de tempo. O pennant (para a bandeira é igual) forma-se num espaço curto de tempo, entre 1 a 3 semanas. Outros padrões levam cerca de 3 meses a formar-se.
Como podemos ver no gráfico, existe uma quebra clara nos volumes. Esta é uma característica salutar (e essencial para o sucesso) nos padrões de continuação, pois indica que a força vendedora dos tomadores de lucros se está a esgotar, deixando livre o caminho para novas subidas. Com o disparo da cotação do petróleo durante a manhã de hoje e com a ameaça de ontem de rotura em alta do pennant, aposto numa abertura em gap up da SOL, acabando de vez com a pausa nas subidas. Por isso farei uma intervenção agressiva, com uma compra ao melhor perto da abertura. Este será um trade de curto prazo, até à exaustão do que espero ser uma subida fulgurante.

Comment List

  • Luis 11 / 06 / 2008 Reply

    Bom dia Tiago,

    Parece-me que o teu gráfico está em escala linear, correcto?

    Olhando agora para o gráfico, parece-me que quebrou com volume o penant que tinhas desenhado.

    Que achas?

  • Tiago Esteves 11 / 06 / 2008 Reply

    Olá Luis. Sim, salvo raras excepções, utilizo a escala linear. Na logarítmica apenas dou um olho quando traço LT’s em títulos com uma maior escala de tempo/volatilidade.

    Neste caso específico, o pennant foi claramente quebrado e descartado. Esta foi mais uma chinesa que caiu a pique nos últimos dias devido às medidas do Banco Central Chinês. No curto prazo, existe uma resistência bastante boa entre os 18,5-18,9, que pode ser um ponto de entrada para quem está fora ou um ponto de reforço para quem já está dentro. O mínimo de ontem teve uma boa reacção à MM50, vamos ver como é a abertura de hoje. De qualquer forma as descidas parecem-me um tanto exageradas (como o foram as subidas) e parece-me que haverá uma recuperação nos próximos dias.

Deixe uma resposta