Sector Bancário – Banif

Tiago Esteves
O Banif continua a ser a ovelha negra da banca nacional. Apesar dos falsos sinais de optimismo que têm por vezes surgido ultimamente, o choque com a realidade tem-se revelado soberano. Enquanto contribuinte, preocupa-me não fazer ideia do que acontecerá aos 825 milhões investidos na instituição, e a falta de transparência em torno de todo este processo começa a ser alarmante. Começa a falar-se de medidas de resolução, e como é óbvio o mercado não pode gostar disso! Acima de todos os rumores, de tudo o que se conta e escreve, está a frieza do percurso que o preço tem feito no gráfico. E esse é de facto feio…. 
Depois de uma reacção ascendente relativamente forte, acaba hoje de ser activado um padrão de continuação descendente. Os 0,24 cêntimos são agora a referência de curto prazo, por representarem uma forte resistência psicológica à progressão do preço. Já a projecção do padrão, apesar de exigente, não deixa de apontar para valores de certa forma realistas – 0,16 cêntimos são um target arrepiante, mas já poucas coisas surpreendem quem assistiu a uma desvalorização do título em 97% desde o aumento de capital de 2013.

Deixe uma resposta