Sector da Construção – Vinci, Mota Engil e Teixeira Duarte

Tiago Esteves
– Vinci tem apresentado força surpreendente, estando mesmo em máximos de longo prazo;
– Fuga de informação na Mota Engil é o retrato de um mercado ineficiente. Os mercados ineficientes beneficiam a Análise Técnica
– Teixeira Duarte com sinais de alguma apatia. Seria fundamental assistirmos a uma inversão deste estado apático no médio prazo

Deixe uma resposta