Sell in May and Go Away

Tiago Esteves

Tiago Esteves

, Sem categoria
O ditado sell in May and go away é um dos mais famosos de Wall Street. Nos últimos anos, sempre que chegava Maio eu lembrava-me do ditado, e a ideia que tinha era a que de facto existia um aumento da turbulência neste mês. Uma ideia pouco objectiva, provavelmente condicionada pelo ditado, já que todos os meses poderão susceptibilizar turbulência.

Isso levou-me a fazer alguma pesquisa, para tentar compreender se existia ou não um fundo de verdade no ditado. Tendo o SP500 como referência, verifiquei os últimos dois anos e curiosamente o mês de Maio representou uma inversão na tendência ascendentes (as setas na imagem não tentam linhas de tendência, apenas sinalizam a tendência dominante).

 Curioso mas… seria apenas uma coincidência? Decidi aprofundar a minha “investigação” e expandi-la aos 20 anos anteriores. Como se pode ver na imagem, não parece existir uma relação directa entre o mês e uma inversão de tendência. Por vezes há pequenos sobressaltos, mas não se pode propriamente dizer que Maio seja sempre um mês de inversão de tendência!

Felizmente há quem se dedique a estudar estes fenómenos de forma rigorosa e, um estudo da Plexus Assett Management (SP500, 1950-2011) concluiu que de facto existe uma relação estatisticamente significativa entre os meses do ano e os ganhos em bolsa, sendo que os primeiros 4 meses do ano e os últimos 2 representam ganhos percentuais 4 (!!) vezes superiores aos restantes 6 meses do ano!

Existe aparentemente um fundo de verdade no meio deste provérbio, a estatística comprova-o. Mas, e o que acontecerá em 2012? Bem, para já começamos mal, com um Lower-High após uma tendência de alta. Apesar disso, mais importante do que qualquer superstição ou ditado é a nossa capacidade de adaptação às alterações do mercado. Seja como for, cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém 🙂

Deixe uma resposta