Sentimento de Mercado – Davos dominou em mais uma semana dos Bulls

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade
“Como correr Janeiro é como vai correr o resto do ano”, este é um dos slogans recorrentes em Wall Street, não sendo infalível, como nada é nos mercados financeiros, é utilizado pelos traders como um barómetro logo no inicio do ano. Se assim for em 2018, então poderemos estar perante um ano extraordinário, isto porque com apenas mais três sessões Janeiro “trouxe” uma valorização de cerca de 7,5% no S&P500, ou seja acima do objectivo estimado pela maioria dos analistas para o final do ano. Quatro semanas consecutivas de valorizações a registar recorrentemente novos máximos históricos e sem dar grande margem para entradas, se esperar por períodos “fracos”, porque não existiram. Correcções de 5% em relação aos máximos é algo que já não se regista desde inícios de 2016, altura em que se deu o segundo retracement que terminou com a “perna” do Bull market que durou de 2012 a 2015.
Com Davos a dominar no pano de fundo, a earnings season continuou com a dinâmica que tiveram as suas mais recentes antecessoras, com cerca de 20% das empresas do S&P500 a terem divulgado resultados, as perspectivas para a melhoria dos lucros subiram agora acima dos 13%, ou cerca um acréscimo de quase 1% em relação ao inicio da temporada. Optimismo que nem o “falhanço” nos dados referentes ao PIB dos EUA do último trimestre fez ruir, a economia norte-americana cresceu 2,6% nos últimos três meses de 2017 em vez dos 3% esperados, nada que coloque em causa o bom momento que atravessa a maior economia mundial. Contudo o U.S dólar ressentiu-se dos dados económicos menos exuberantes e cedeu -0.38%, apesar de na quinta-feira ter efectuado uma reviravolta devido às declarações de Trump, que acabaram por ter um efeito limitado. O EUR/USD terminou a semana com mais uma valorização e nos $1.2425, ou seja entre os valores que tinha indicado há algumas semanas como uma area provável para resistência à subida, que inclui também o importante nível psicológico dos $1,25. Para esta semana é de prever mais uma avalanche de resultados empresariais e na sexta-feira os non-farm payrolls, dados que a manterem-se na linha dos anteriores poderão proporcionar a Wall Street mais uma semana de subidas.

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta