Sentimento de Mercado – Big caps contra small caps

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade
A sessão de ontem tinha à partida uma forte razão para terminar com ganhos, os resultados acima do previsto da Google deram o mote para uma abertura em alta das principais praças, com destaque para a Europa que terminou com uma valorização de 0,86% no Stoxx 600, a beneficiar do avanço superior a 1% do Dax 30, nos sectores destaque para o dos materiais básicos que ganharam 4,8% e para os construtores de automóveis, onde a PSA Peugeot disparou 14,88% após ter anunciado um aumento dos lucros. Em Wall Street os materiais também tiveram um bom desempenho ao adicionar 1,3%, só batido pelas energéticas, com o WTI crude a valer mais 0,9% para os $68.48 por barril, e pelas Telecom. Curiosamente apesar dos ganhos de alguns pesos pesados do sector como a Google, Facebook e Amazon que valorizaram 3,9%, 1,78% e 1,51% respectivamente, o Nasdaq acabou com uma perda marginal, ao contrário dos outros dois principais índices que terminaram com uma subida modesta.
A razão para a incongruência no índice tecnológico explica-se com um dado interessante, foi o comportamento das small caps, incluindo as tecnológicas, a ditar esse desfecho com o Russell 2000 a ceder -1.07%, muito distantes dos restantes índices, naquilo que foi uma correcção da preferência dada há alguns dias atrás por activos menos sujeitos às consequências de uma guerra comercial, como são as empresas mais pequenas e menos exportadoras. No Forex destaque para a moeda chinesa que voltou a demonstrar fraqueza e caiu para mínimos de 13 meses, com o governo chinês a dar indicações que irá combater os efeitos prejudiciais de uma guerra comercial com uma politica fiscal apropriada. O U.S dólar fechou praticamente inalterado enquanto que a libra inglesa avançou 0,4% para os $1.3147 depois da primeira ministra do Reino Unido ter decidido tomar conta pessoalmente das negociações com vista o Brexit.

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta