Sentimento de Mercado – Bulls voltam a vacilar

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade
Depois de dois meses a consolidar em baixa o S&P500 voltou a registar ganhos, embora que ligeiros, sendo a terceira menor subida nos quinze últimos meses em que Wall Street terminou com valorizações. E se é certo que o pessimismo não dominou é igualmente um facto de que o optimismo também não reinou, ou seja foi acima de tudo um mês de incertezas quando as expectativas eram elevadas dadas as previsões para uma excelente earnings season. Ontem apesar dos ganhos logo na abertura os índices norte-americanos terminaram com perdas de amplitude mediana, mas com a particularidade de ter sido um movimento descendente quase de sentido único à entrada para a hora de almoço. Uma inversão com cariz de cautela tendo em conta o elevado volume de dados económico-empresariais que vão sair nos próximos dias, aliado ao facto de ser uma semana mais curta em diversas praças mundiais.
Resultados da Apple, Tesla, Merck e BP são alguns dos ingredientes ao nível empresarial, ao que se junta a reunião do FED que começa hoje e termina amanhã com a divulgação das decisões, que se correr conforme esperado não deverá trazer alterações ao nível dos juros, mas será deveras importante para aferir do sentimento dos membros do board relativamente ao ritmo futuro da subida dos juros, bem como da sua percepção em relação à robustez da economia norte-americana, dois dias apenas antes dos non-farm payrolls que poderão fortalecer a visão actual de robustez, o que por outro lado poderá levar a uma contracção dos mercado devido a receios de um acelerar do tightening, ou seja qualquer que seja a qualidade dos números a reacção é hoje uma incógnita, o que corrobora a decisão dos investidores de esperar para ver como se irá desenrolar a semana no que a noticias diz respeito.
No Forex o U.S dólar terminou o mês tal como terminou a sessão, em alta, na segunda-feira mais um ganho de 0,3%, relegando o Euro para os $1.2075 após uma queda de -0.5%. A libra inglesa cedeu apenas -0.1% para os $1.3767 no dia em que a House of Lords aprovou uma adenda ao processo do Brexit, que retira ao Governo de Theresa May a decisão final sobre a aceitação das negociações sobre o processo de saída caso não seja do agrado destes.

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta