Sentimento de Mercado – Dow Jones estende série negra

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade
Com oito sessões consecutivas de perdas no Dow Jones e sete sessões a perder valor no sector industrial do S&P500, as empresas mais expostas à exportação continuaram ontem a sofrer os efeitos da possível escala da guerra comercial entres os EUA e boa parte das principais economias mundiais, pelo menos tem sido esse o sentimento dominante desde que Trump decidiu alargar as tarifas alfandegárias a mais $200 biliões de produtos importados da China. O sector das energéticas também não ajudou a desanuviar o pessimismo, bem pelo contrário, com uma desvalorização de -1,93% foi o que mais cedeu valor ontem no S&P500, fruto da queda nos preços do WTI e Brent crude, este último com uma queda mais severa de -2.3% para os $73.05 por barril, isto um dia antes da reunião da OPEP que se espera traga um aumento da produção pelo cartel, cerca de 1 milhão de barris por dia foi a estimativa dada ontem pelo ministro da energia da Arábia Saudita.
Na Europa o dia também foi de vermelho com o Stoxx600 a recuar -0.9%, de novo muito por culpa do resultado do índice alemão, o Dax30 que terminou a perder -1.44%. No Forex o U.S dólar retraiu -0.32% face a um cabaz de outras moedas principais, com alguns maus dados económicos do Philadelphia Reserve a levarem a uma procura por encaixar os lucros das valorizações recente da moeda norte-americana. Em sentido inverso o Euro avançou 0.44% para os $1.162, um ganhou similar ao do Yen que terminou nos 110.91, enquanto que a Libra inglesa esteve mais forte que as restantes ao valorizar 0,66% para os $1.3258, depois do economista chefe do Banco de Inglaterra ter defendido a subida dos juros para os 0,75%, devido a receios sobre as pressões inflacionistas do aumento dos salários no Reino Unido.

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta