Sentimento de Mercado – Pessimismo de Trump contagia Wall Street

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade
Durou pouco o optimismo criado pela suspensão das tarifas alfandegárias que os EUA tinham imposto à China, isto porque ontem e apesar disso Trump afirmou que não estava satisfeito com as negociações que ocorreram a semana passada, ou seja retirou uma boa parte do optimismo de que a situação possa terminar em bom porto, não obstante as cedências de parte a parte, no caso do grupo de telecomunicações ZTE, de sanções nos EUA, e ontem com a China a reduzir as tarifas alfandegárias da importações de automóveis dos EUA. Para azedar ainda mais o sentimento o presidente norte-americano colocou igualmente reticências quanto à realização da muito antecipada reunião entre ele e o presidente norte coreano, que já está programada. Sem surpresa os sectores que melhor performance tiveram na segunda-feira foram ontem os mais afectados pela pressão vendedora, como o Dow Jones, que registou a pior queda e o sector industrial do S&P500 que teve o segundo maior deslize, ultrapassado apenas pelo sector energético, apesar do crude ter desvalorizado marginalmente.
Um dos momentos do dia foi a audição do CEO do Facebook por membros do Parlamento Europeu, mas que decorreu de uma forma bastante neutral para o comportamento dos títulos da empresa, o que por sua vez também não alterou o resto sector tecnológico. No Forex o dia foi tranquilo para a maioria das moedas com o U.S dólar a ceder apenas -0.1%, destaque no entanto para a queda de -2,1% da Lira turca para os 4.6728, que é um valor mínimo histórico. Para hoje de tomar nota na divulgação das minutas do FED relativas à reunião do inicio do mês, bem como de indicadores económicos referentes aos PMI da zona euro e Japão.

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta