Sentimento de Mercado – Economia, Negócios e Finanças, banca, governo

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade
Tal como ontem referi que seria provável os principais mercados estiveram positivos na sessão de segunda-feira, beneficiando da suspensão das tarifas alfandegárias impostas pelos EUA às importações de produtos da China, o que para já colocou em standby os receios sobre uma possível guerra comercial entre as duas principais economias do mundo, sendo certo que o conflito iniciado pelos EUA se estende igualmente a muitas outras economias, a começar pela Europeia. Sem grande surpresa o sector mais favorecido foi o que mais prejudicado tinha sido aquando do anúncio das tarifas, ou seja o industrial e foi esse que ontem liderou nos ganhos ao adicionar 1,54% no S&P500, enquanto que o Dow Jones ganhou 1.21%, acima dos 0,74% do S&P500 e dos 0,54% do Nasdaq. Na Europa o Stoxx600 valorizou 0,3% com o optimismo a ser negativamente afectado pela queda de -1.52% no índice italiano devido à composição do novo elenco governativo, algo que tem levado igualmente a uma subida nas yields das obrigações soberanas de Itália, que chegaram aos 2,41%, bem como de outros países do sul da Europa como Portugal, que ontem quebraram em alta os 2%, patamar que não era alcançado desde finais de Fevereiro.
Destaque para a valorização de 1,6% no preço do WTI crude para os $72.42 por barril o que ajudou igualmente o sector energético para um ganho de 0.97%, veremos até quando a subida do preço do crude será bem recebida pelos investidores uma vez que a partir de um determinado valor passa a ser um risco para o desempenho da economia mundial, valor esse que começa a ser um tema de conversa a partir dos $75 a $80 dólares por barril. No Forex o U.S dólar também reagiu positivamente ao arrefecer das tensões entre EUA e China, contudo tal ocorreu apenas na reacção inicial pois o principal par de moedas acabou por terminar com um recuo ligeiro de -0.1% face a um cabaz de outras moedas principais. Para hoje há que ter em atenção uma série de eventos importantes e com potencial para condicionar o sentimento do mercado, nomeadamente o resumo das negociações do Brexit, a reunião entre Trump e o presidente sul-coreano e a ida do CEO do Facebook ao Parlamento Europeu.

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta