Sentimento de mercado – Mar calmo à espera do BCE

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade

Com os olhos postos na reunião do BCE de amanhã, de onde deverão sair alterações ao nível da taxa de juro e novidades no que diz respeito a um novo ciclo de programa de estímulos, Wall Street navega hoje de novo em águas de volatilidade reduzida, onde os sectores refúgio como as imobiliárias e as retalhistas de produtos essenciais registam os piores desempenhos em conjunto com as financeiras. Já no campo dos Bulls, as energéticas voltam a dar cartas com a maior valorização do dia até ao momento, seguidas das empresas ligadas às tecnologias no S&P500, o que permite igualmente a que o Nasdaq registe o melhor desempenho, com um ganho de 0,58%, cerca do dobro das subidas dos outros dois índices, mas curiosamente cerca de metade do alcançado pelas small caps, com o Russell 2000 a amealhar mais de 1%.
Nas praças europeias o cenário é semelhante com ganhos ligeiros, onde se destaca a subida de quase 1% no Footsie, no dia em que foi conhecida a oferta de compra da gestora da Bolsa de Londres por parte da gestora da Bolsa de Hong Kong, no valor de $36,6 biliões. No mercado cambial o U.S dólar segue a ganhar terreno face a um cabaz de outras moedas principais, empurrando o euro para baixo da fasquia dos $1.10. Já nas matérias-primas tanto o WTI Crude como o Ouro valorizam 0,5% para os $57.75 por barril e $1,493 por onça. 

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta