Sentimento de Mercado – Strike three para o Nasdaq

Marco Silva

Marco Silva

, Actualidade
O dia não começou da melhor maneira para as tecnológicas, mais fracas que os outros sectores, chegaram mesmo a navegar em território negativo meia hora após a opening bell, contudo a força do mercado em geral contagiou igualmente o sector que mais tem subido nas últimas semanas para uma sessão de ganhos, que permitiu ao Nasdaq atingir pelo terceiro dia consecutivo um novo máximo histórico. O Facebook foi o principal catalisador para as vendas depois de se saber que a empresa de social media mais famosa cedeu informação de clientes a quatro empresas chinesas, uma delas na lista “negra” dos serviços de inteligência dos EUA, devido à mesma ser considerada uma ameaça à segurança nacional.
Do lado positivo o facto do conselheiro económico de Trump, Larry Kudlow, ter referido que o presidente norte-americano irá falar com os presidentes do Canadá e de França, acerca das tarifas alfandegárias que foram impostas recentemente. Além disso fontes oficiais referiram uma oferta por parte da China em adquirir mais $70 biliões de produtos made in US, para resolver o diferendo existente relativo ao deficit comercial que existe entre ambos os país. Deficit comercial norte-americano que se soube ontem se reduziu inesperadamente em Abril para o mínimo de sete meses, dado que deu força à taxa de juro da dívida soberana dos EUA a 10 anos para muito perto dos 3%. Subida essa que teve consequências práticas nos movimentos em Wall Street, nomeadamente deram às financeiras o segundo melhor desempenho no S&P500, logo a seguir aos materiais, enquanto que as utilities tiveram a pior performance, visto serem dos mais afectados com a subida dos juros.
Curiosamente e apesar dos dados reforçarem a noção de uma economia norte-americana mais robusta, o U.S dólar cedeu -0.2% contra um cabaz de outras moedas principais, ao passo que o Euro avançou 0,5% para os $1.1773, não obstante a continuação da subida das yields da dívida soberana italiana a 10 anos, que em dois dias subiu 0,4% para os 2,95%, aumentando os riscos de uma crise na segunda maior dívida vs PIB da zona Euro.

A análise ao sentimento de mercado é patrocinada por Activtrades

Deixe uma resposta