Sonae – Algumas pistas para o curto prazo

Tiago Esteves
Depois da análise à Jerónimo Martins, é momento de passarmos para a retalhista Sonae. A Sonae, como tantas vezes saliento, acaba por representar muitas vezes um reflexo alavancado do índice. Quando este vive um mau momento, a Sonae comporta-se de forma ainda pior. Pelo contrário, nos rallies ascendente,s geralmente bate todos os pares. Ora, este momento de maior negatividade do PSI acaba por reflectir-se na Sonae, que já leva 9 meses de ciclo descendente. Infelizmente para ela, não existem para já no gráfico diário pistas de inversão. A quebra em baixa da zona de suporte  representaria uma degradação ainda mais acentuada da já ténue situação do título. Infelizmente é o cenário mais provável. A zona do 1€ representa uma fronteira que tem de ser mantida a custo, sob pena de se virem a registar novas quedas no médio prazo.

No gráfico horário não existem actualmente indicações claras de movimento. O padrão de inversão activado em meados de Dezembro gerou o actual movimento descendente, e o título está neste momento a consolidar. A consolidação expansiva torna a leitura difícil, bem como a antecipação do próximo movimento. Pessoalmente, fixar-me-ei no suporte dos 1,03 cêntimos. A sua quebra em baixa será uma forte pista para a quebra da zona de suporte do gráfico diário, e merece por isso a maior atenção. Caso o título recupere e quebre em alta os 1,08€ de forma consistente, poderemos ponderar novamente um cenário de recuperação.

Deixe uma resposta