Sonae Capital passa de lucros a prejuízos de 6,5 ME em 2017 mas distribui dividendos

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A Sonae Capital registou prejuízos de 6,51 milhões de euros em 2017, que contrastam com lucros de 17,6 milhões no ano anterior, mas ainda assim a empresa vai distribuir dividendos de 15 milhões de euros aos acionistas.

Os resultados de 2017 da Sonae Capital comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) mostram ainda que os resultados líquidos de operações correntes foram negativos em 2,48 milhões de euros, o que compara com 20,52 milhões positivos em 2016.

O volume de negócios caiu 17,3% face ao ano anterior, para 187,42 milhões de euros, com as unidades de negócio a subirem 7,4% para 157,9 milhões de euros e os ativos imobiliários a caírem 32,5% para 32 milhões.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) registou uma descida de 33,2% para 20,88 milhões de euros, com uma queda de 70,3% nos ativos imobiliários e um aumento de 50% nas unidades de negócio.

“O ano de 2017 ficará marcado como um ano de forte investimento, quer nos negócios correntes, sendo de especial destaque o investimento efetuado no segmento de Energia, quer na aquisição de novos negócios – ADIRA”, sublinha a presidente executiva da Sonae Capital, Cláudia Azevedo, no documento.

De acordo com a mesma responsável, a dívida líquida aumentou em 43,4 milhões de euros, para 109,4 milhões, “fruto do elevado montante de investimento (61,6 milhões de euros) e da distribuição de dividendos (25 milhões), parcialmente compensada pela geração de cash-flow operacional (43,2 milhões)”.

“A combinação dos resultados e ‘cashflow’ gerado no exercício com as perspetivas da continuada alienação de ativos imobiliários em curso, permite ao Conselho de Administração propor, pelo terceiro ano consecutivo, uma remuneração acionista, sem prejudicar a manutenção de uma estrutura de capital adequada e a capacidade para financiar as opções de crescimento identificadas”, continua Cláudia Azevedo.

Assim, o Conselho de Administração “apresentará à Assembleia Geral uma proposta de distribuição de dividendos no montante de 15 milhões de euros”, anunciou a líder da Sonae Capital.

DF // MSF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta