Sonae Indústria com lucro de 20,9 ME até setembro contra prejuízos um ano antes

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A Sonae Indústria registou lucros de 20,9 milhões de euros até setembro deste ano, contra prejuízos de 21,3 milhões de euros um ano antes, anunciou o grupo.

A Sonae Indústria “apresentou o quinto trimestre consecutivo com resultados líquidos positivos e quer os negócios integralmente detidos, quer a Sonae Arauco contribuíram positivamente para os nossos resultados”, afirmou o presidente do Conselho de Administração da empresa, Paulo Azevedo, citado em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No período em análise, o volume de negócios atingiu 178,8 milhões de euros, menos 2,1% face ao período homólogo de 2016, “devido a menores vendas para os mercados nórdicos no negócio de laminados e componentes e menores volumes de vendas para o mercado do Canadá no negócio da América do Norte, que mais do que compensou o aumento nos preços médios de venda nesse mercado quando comparado com o ano passado, e a apreciação do dólar canadiano face ao euro durante 2017”, refere a empresa.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) recorrente “atingiu 30,8 milhões de euros, uma redução de um milhão de euros ou 3,1%” em termos homólogos, “com uma margem EBITDA recorrente subjacente de 17,2%, menos 0,2 pontos percentuais do que em 2016, devido à diminuição na contribuição do negócio na América do Norte, negativamente afetado pelo aumento do custo dos químicos e a menores valores de produção”.

Paulo Azevedo adianta que, no início do quarto trimestre deste ano, a Sonae Indústria concluiu “um investimento numa nova linha de orlagem para o negócio de componentes em Portugal”, a qual “deverá estar completamente operacional antes do final de 2017”.

O investimento irá permitir “uma melhoria significativa da produtividade e competitividade neste negócio e possibilitará o fornecimento de produtos e serviços com mais qualidade, tanto aos atuais como a novos clientes”, acrescenta.

ALU // JNM

Lusa/Fim

_______________________________________________________________________________________________

Inscreva-se já num dos maiores eventos financeiros do ano. Participação gratuita

Deixe uma resposta