Sporting: Comissão de gestão terá grande desafio nos próximos dois meses – Álvaro Sobrinho

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

Álvaro Sobrinho, presidente da Holdimo, acionista da SAD do Sporting, disse que o relatório da consultora PricewaterhouseCoopers (PwC) “não foi nada abonatório” e que a comissão de gestão terá um grande desafio nos próximos dois meses.

“Vamos ver exatamente a dimensão dos problemas. Há claras suspeitas, isso é uma evidência. O relatório da PwC não foi nada abonatório. O que foi enviado nos últimos meses sobre a destruição do património da SAD é elucidativo”, afirmou à Lusa.

O empresário considera que é necessário “apurar os responsáveis e o grau de responsabilidade”.

“Como é que vamos dar a volta a uma situação que vai ser deixada à nova comissão de gestão é um grande desafio nos próximos dois meses e temos de tentar estancar a hemorragia que foi criada pela anterior direção, não só Bruno de Carvalho. Hoje temos dados oficiais de auditores externos independentes e com base nisso temos de ver, os acionistas terão de se reunir e ver o que podem fazer pelo Sporting”.

Sobre os resultados da Assembleia-Geral (AG) de sábado, na qual Bruno de Carvalho foi destituído com 71% dos votos, o empresário confessou à Lusa que estava “imensamente satisfeito com a vitória esmagadora do ‘sim’”, considerando os resultados históricos.

Bruno de Carvalho, foi destituído do cargo, por decisão da maioria dos sócios que votaram em Assembleia Geral extraordinária, no sábado.

Jaime Marta Soares anunciou no local que a destituição do Conselho Diretivo liderado por Bruno de Carvalho foi aprovada com 71,36% dos votos e recebeu 28,64% de votos contra.

Mais cedo, numa reunião magna que teve início às 14:30 e que se prolongou até ao início da madrugada de hoje, Marta Soares anunciou que as eleições para os órgãos sociais do Sporting serão marcadas para 08 de setembro.

CC // JPF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta