Standard & Poor’s revê Perspetiva de Evolução da economia do Brasil para Positiva

Agência Lusa

A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) reviu a Perspetiva de Evolução da economia brasileira de Estável para Positiva, antecipando uma melhoria no ‘rating’ se o Governo continuar a implementar as reformas necessárias.

“O Governo continua a implementar medidas de consolidação orçamental com o objetivo de reduzir o ainda elevado défice orçamental, o que, juntamente com as taxas de juro mais baixas e a gradual implementação da agenda de reformas, deve contribuir para um crescimento mais forte e para melhores perspetivas de investimento nos próximos três anos”, escrevem os analistas.

Numa nota onde explicam a decisão de manter o ‘rating’ em BB- e melhorar a Perspetiva de Evolução da economia de Estável para Positiva, os analistas da S&P vincam que “esta decisão reflete a perspetiva de uma melhoria nos próximos dois anos se houver mais progressos, seja na prioridade, aprovação ou execução da ampla agenda de reformas orçamentais e de crescimento económico, o que permitirá uma redução mais rápida do défice orçamental e uma estabilização da dinâmica da dívida”.

O ‘rating’ BB está um nível abaixo da linha de recomendação de investimento, conhecido como ‘junk’ ou ‘lixo’.

A S&P antecipa que a economia brasileira cresce 1% este ano e 2% em 2020, com o défice orçamental a descer de 7,1%, em 2018, para 5,9% este ano e 5,7% em 2020.

A dívida pública, no entanto, deverá continuar a subir, aumentando de 76,5% no ano passado para 79,8% este ano e 82,3% em 2020.

MBA // JPF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta