Teixeira Duarte com reacção de curto prazo

Tiago Esteves
Como consequência da quebra da zona de suporte de referência em baixa, a Teixeira Duarte voltou a entrar em mínimos e recuou mais 12% a partir desse ponto. Parece entrar agora num período de recuperação, que pode aliviar um pouco a fase mais negativa que se antecedeu. Apesar de ser difícil fazer uma leitura aprimorada de timeframes de curto prazo devido à falta de volume de negociação no intraday, parece notar-se um duplo fundo no gráfico de 4h que já foi activado e cuja projecção já foi igualmente atingida. Não sendo suficiente para fazer afastar o meu negativismo de longo prazo, não descuro ainda assim a possibilidade de se gerar um movimento reactivo ascendente de curto prazo. Após ser atingida a projecção, o preço parece agora consolidar na zona dos 18 cêntimos. A quebrar em alta, poderia eventualmente trazer o título até à zona dos 20 cêntimos. Ainda assim, com várias outras opções mais interessantes no PSI20, esta não será uma opção para a minha carteira de negociação. Apesar da margem de progressão, é um título que não oferece quaisquer garantias do ponto de vista técnico ou fundamental. Alterar-se-ia essa perspectiva se alguma referência de longo prazo fosse quebrada em alta (desde logo a resistência dos 23,5 cêntimos). Até lá, se chegar a ocorrer, manter-me-ei no papel de observador.

Deixe uma resposta