Tutorial em video – Como ganhar dinheiro com a queda dos mercados!

Tiago Esteves
Tal como prometido, deixo hoje um tutorial referente à negociação “curta”, ou short selling, que é o processo que nos permite ganhar dinheiro quando um título ou mercado está em queda.
Este processo é simples, mas continua a gerar muita confusão entre os investidores, sobretudo entre os menos experientes. Conhecer o processo de negociação “curta” é fundamental para se ter sucesso nos mercados, porque permite, por exemplo, fazer cobertura de risco às posições “longas” nos períodos mais conturbados.Permite ainda ter um pensamento analítico mais isento face ao mercado. Se só conseguirmos lucrar com o processo tradicional de subida, ficamos a ver empresas fantásticas e sinais de entrada em tudo o que é sítio! Se nos for indiferente ganhar com a subida ou com a queda, a isenção do nosso raciocínio fica mais garantido.Deixo então o tutorial em video, com a explicação do processo mais simplificada que consegui.

Algumas das vantagens de abrir posições curtas com a Activtrades:
Com o protocolo Activtrades-Surfar a Tendência, as ordens em CFD’s de acções custam apenas 0,05% do total do negócio!
Não paga juro sob as posições curtas abertas. As corretoras com maior quota de mercado em Portugal cobram cerca de 2% de juro pela manutenção das posições curtas
– Se por infortúnio a sua conta “rebentar” e ficar com saldo negativo, a Activtrades tem um seguro que cobre o valor em falta na conta. Se ficar com uma conta negativa nas corretoras com maior quota de mercado em Portugal, terá de repor o dinheiro em falta

Clique aqui para conhecer todas as vantagens de negociar com a Activtrades. Registe uma conta demo e tenha acesso às cotações na plataforma em tempo real

Comment List

  • Muito obrigado pela explicação!!!
    Aprendi mais em 11’ consigo do que no muito que tenho lido sobre o assunto. Tendo conta demo aberta com o programa MetaTrader 5, sinceramente ainda pouco consegui fazer. Com a sua demonstração ficou tudo mais claro. Que pena não fazer mais webinários para a ActivTrades, pois os poucos que faz tem uma clareza e distinção de ideias que não encontro em mais nenhum orador.
    Além de sugerir ou pedir que faça por lá mais webinários, também sugiro que possa continuar com este tipo de curtas explicações sobre temas como: o que são cfd’s; forex; futuros, sempre acompanhados de uma perspectiva prática, de preferência a partir do MetaTrader 5. Ficam as sugestões…
    Bem-haja.

    Um abraço,

    Manuel Maria de Magalhães

  • FilipeBS 14 / 04 / 2014 Reply

    Caro Tiago,
    Obrigado por este útil guia. Ainda assim, duas questões.
    Referiste que muitas corretoras nacionais cobram 2% de juro. Fui ver ao banco através do qual opero e li que o juro aplicado para operações curtas é de 4,95%, e nas operações longas com margem é de 6,24%. Pressupõe-se que estas taxas são anuais? Ou são taxas a aplicar directamente sobre o valor investido?
    Outra questão: ao vender curto, é preciso ter em conta a comissão, o juro aplicado e ainda os stops automáticos inseridos pela plataforma, e depois confrontar tudo isto com o target de ganho. Considerando todos esses elementos, uma entrada curta é sempre mais arriscada, necessita muito mais elementos de análise, e tem um potencial de ganho menor. Correcto?
    Abraço,
    Filipe

  • silvatradingpt 14 / 04 / 2014 Reply

    Muito elucidativo!

  • Prime 14 / 04 / 2014 Reply

    Em relação à pub.

    Realmente esses preços sobre os CFD's parece-me bastante vantajoso.

    Na altura em que abri conta numa correctora, não explorei a ActivTrades por só ter CFD's.

    Mas que agora estou a começar a negociar com eles (CFD's sobre acções) e principalmente para abrir posições curtas.
    Estou-me a deparar com valores de spreads bastante substanciais, em muitos casos perto entre 0,7%~1% do valor.
    O que perfaz por volta de 40~50€ no abrir e fechar de posições. O que é uma exorbitância em comparação com esses 14€.

    O processo de abertura de conta na ActivTrades é simples e rápido?
    E como fazemos para beneficiar desse protocolo?

    Abraço.

  • Anónimo 14 / 04 / 2014 Reply

    Mais um excelente post Tiago. Mas pensei que "entrasses" um pouco mais pelos CFD's. É possível shortar com CFD's correcto? É que a minha plataforma não me permite colocar ordens como exemplificas no video. Obrigado.

    RR

  • Anónimo 15 / 04 / 2014 Reply

    Bom dia,
    Uma pergunta técnica: no MetaTrader quando damos uma ordem fica tudo definido à partida, a ordem de compra/venda, o stop loss, o ganho a partir do qual vou comprar/vender, certo?
    Caso queira comprar/vender fora do profit estabelecido basta ir à carteira e carregar num dos botões.
    Muito obrigado,

    Daniel Silva

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 15 / 04 / 2014 Reply

    Muito obrigado pelo comentário, Manuel. Vou ter essa questão em consideração, sobretudo no que diz respeito aos videos explicativos. Webinários são algo que eu não gosto tanto de fazer 🙂
    Abraço

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 15 / 04 / 2014 Reply

    Filipe, isso é muito elevado… Mas sim, é um juro anual. A questão do juro nas posições curtas é quase imoral, é algo que só se vê em Portugal e que me custa bastante a compreender! Já agora, qual é a corretora com que trabalhas?

    Ao venderes longo tens exactamente que ter em conta as mesmas coisas. A menos que não faças a entrada longa via CFD, aí ignora-se o juro. Eu não gosto de negociar curto, prefiro 100 vezes negociar longo, sem dúvida. E isso prende-se sobretudo com dois factores:
    – As entradas curtas têm um potencial de ganho inferior. No máximo ganhas 100%, enquanto numa longa o céu é o limite.
    – Numa entrada curta existe um potencial de perda por gap up. É uma situação que pode ocorrer também nas longas, mas onde o risco de gap down está limitado ao zero. Nas curtas, num caso extremo, podes ter um gap up de 100%. É claro que é uma situação irrealista e é claro que só aí terias desvantagem na sua negociação face às longas, mas ainda assim deve considerar-se. Para eliminar esse factor, só entro curto em títulos com betas razoáveis e evito acções americanas. As Europeias geralmente não fazem gaps elevados.
    Mas, volto a repetir, os gaps do dia a dia podem prejudicar tanto um curto como um longo.

    Ainda assim, tudo somado, as vantagens de estar curto superam claramente as desvantagens de não estar!
    Abraço

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 15 / 04 / 2014 Reply

    Olá Prime,
    Pois, muitas vezes a comissão está "escondida" nos spreads. Ainda ontem comentávamos no facebook que o spread bid/ask na gobullling é de cerca de 4 cêntimos por exemplo para a Zon enquanto que na Activtrades é de 1 cêntimo. É uma diferença brutal para quem negoceia valores razoáveis. É verdade que o facto de só terem CFD's os limita um pouco, mas não é menos verdade que nesse instrumento são imbatíveis.
    Sinceramente já não me recordo muito bem do que é preciso para abrir conta, mas é bastante fácil. É tudo online. Manda um mail para portuguesedesk@activtrades.com e eles esclarecem-te melhor do que eu 🙂
    Para usufruires do protocolo basta dizeres que o queres fazer quando abrires a conta e eles automaticamente aplicam.

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 15 / 04 / 2014 Reply

    Obrigado RR. Não quis estar a complicar em demasia, este vídeo era mesmo para ser do mais simples possível. Se a tua corretora tiver CFD's permite colocar ordens de forma semelhante. Geralmente em vez de se carregar no botão de comprar carrega-se no de vender. Diz-me qual é a corretora e eu tento dizer como se faz.

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 15 / 04 / 2014 Reply

    Daniel,
    Sim, existe a possibilidade de definir logo tudo à partida. Mas também podes não o fazer, podes reconfigurar a ordem mais tarde e ajustar o stop ou o take profit.
    Para comprares ou venderes fora desses limites vais à ordem e tens a opção de ajustar esses limites se assim o desejares. Ou entao podes vender ou comprar utilizando uma nova ordem

  • Daniel Pires 15 / 04 / 2014 Reply

    Como sempre um bom esclarecimento e comentario Tiago.

    Infeliemente nao é so em portugal que se cobra juros nas posições longas ou curtas, no Brasil é costume tambem fazerem isso com uma taxa de juro(proibitiva.

    Para mim a grande vantagem das CFD tanto para curto e para longo é realizar uma estrategia com alavancagem (o famoso estratagema de juros compostos) (mantendo o risco "teorico" igual) Penso que num dos teus webinarios/seminarios que esta no site da activetrades explicaste uma das varias formas de utilizarmos a alavancagem (mantendo o risco teorico de operação igual as operações nao alavancadas). no meu caso a alavancagem é calculada atraves do meu risco maximo admissivel mensal (2% perdas maximo admissivel do capital global) conjugado com o meu risco de perdas anuais (10% perdas maximo admissivel do capital global), sendo o saldo global o saldo instantaneo real (numa operação em curso considero como saldo real o valor onde esta o stop loss e nao o valor real actual do mercado)

    Deixo um desafio: Penso que a alavancagem é um Tabu na mente dos operadores portugueses, num proximo comentario poderias explicar a tua forma de utilizares a alavancagem nos CFD

  • Hugo O'Neill 15 / 04 / 2014 Reply

    Ótimo video.

  • Anónimo 16 / 04 / 2014 Reply

    Olá Tiago, desde à uns tempos que acompanho frequentemente o seu blog e aproveito para parabenizar pela excelente forma de comunicar. Gostava de fazer duas questões, a primeira é se o que simulou com este vídeo foi uma posição short pura e simples ou se foi uma posição curta em CFD, fiquei confuso dadas as questões/ comentários que foram feitos ao vídeo. A segunda questão tem a ver com a ferramenta de análise com que faz geralmente os vídeos, pergunto se é o Metastock? Se poder aconselhar-me a aquisição desta ferramenta agradeço e onde devo deslocar-me.
    Obrigado e mais uma vez parabéns

  • Anónimo 16 / 04 / 2014 Reply

    Olá Tiago, desde à uns tempos que acompanho frequentemente o seu blog e aproveito para parabenizar pela excelente forma de comunicar. Gostava de fazer duas questões, a primeira é se o que simulou com este vídeo foi uma posição short pura e simples ou se foi uma posição curta em CFD, fiquei confuso dadas as questões/ comentários que foram feitos ao vídeo. A segunda questão tem a ver com a ferramenta de análise com que faz geralmente os vídeos, pergunto se é o Metastock? Se poder aconselhar-me a aquisição desta ferramenta agradeço e onde devo deslocar-me.
    Obrigado e mais uma vez parabéns

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 16 / 04 / 2014 Reply

    Muito obrigado!
    A simulação baseou-se na abertura de uma posição curta em Cfd.
    Eu utilizo sempre o prorealtime para fazer as análises, é grátis e muito bom. Basta fazer o registo online. Se preferir pode usar o metatrader, que as corretoras oferecem geralmente para a análise dentro das plataformas.

  • Tomás Peixoto 17 / 04 / 2014 Reply

    Olá Tiago.

    Tenho uma dúvida. Concretizo a tal operação de venda, mas depois o valor da acção sobe e atinge o stop que coloquei. O capital que tenho de garantir disponível na minha conta é este valor de perda, correcto..? Não tenho que garantir todo o valor da operação da venda inicial, certo..?

    A minha correctora é o BPI. Não encontro nada sobre o instrumento financeiro cfs's. É possível não ter..?

    Obrigado pelo vídeo.

    Abraço

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 17 / 04 / 2014 Reply

    Olá Tomás. É provável que o BPI não tenha CFD's, raramente os bancos têm este tipo de produtos mais avançados. Em relação ao valor a ter em conta, fica sempre uma percentagem de capital reservada para garantir uma parte da potencial perda, a margem. Não tem de ter todo o capital de exposição na conta, mas aí estará alavancado. São dois conceitos importantes quando lidamos com CFD's.
    Abraço

  • Anónimo 28 / 07 / 2014 Reply

    Boa noite Tiago!
    Acompanho-te frequentemente.
    Tenho uma duvida.

    Tenho uma conta no BIG e não sei "shortar" porque não é da mesma forma que na tua plataforma.

    Tens mínima ideia como posso fazê-lo?
    Abraço

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 29 / 07 / 2014 Reply

    Boa tarde caro Anónimo,
    Não tenho a certeza se o BIG trabalha com a plataforma saxo, mas penso que sim. Penso que sim, mas de qualquer forma a lógica é a mesma da apresentada no tutorial, independentemente da plataforma.

    Selecciona-se o título que se quer shortar via cfd, escolhe-se a quantidade de títulos, e carrega-se no botão sell em vez de no botão buy. Se não der erro, a ordem entra no mercado para short selling.
    Abraço

  • Rui 06 / 09 / 2014 Reply

    Boas Ricardo.
    Podias deixar aqui o programa que um dia usaste para inverter/projectar imagens/gráficos de modo a vermos como analisamos uma possível evolução em sentido contrário.
    Obrigado

Deixe uma resposta