Venezuela: Bolívar soberano desvalorizou-se 76% em quatro dias

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O bolívar soberano (Bs.S), a atual moeda legal venezuelana, caiu 76% em quatro dias úteis, segundo dados divulgados hoje pelo Banco Central da Venezuela (BCV).

Segundo o BCV, no passado dia 29 de novembro os venezuelanos precisavam de 86,84 Bs.S para trocar por um euro, no entanto, hoje precisam de 171,67 Bs.S para conseguir o mesmo valor na moeda europeia.

Por outro lado, segundo as estatísticas do BCV, desde o passado dia 20 de agosto, altura em que o Presidente Nicolás Maduro colocou em prática um pacote de medidas económicas que, entre outras coisas, eliminou cinco zeros ao bolívar forte para pôr em circulação o bolívar soberano, a moeda venezuelana caiu 150,7%.

Na altura, segundo o BCV, os venezuelanos necessitavam de 68,65 Bs.S para ter o equivalente a um euro, enquanto hoje precisam de 171,67 Bs.S.

No passado dia 29 de novembro, o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou um aumento de 2,5 vezes (150%) do salário mínimo mensal e das pensões dos venezuelanos, que passou de 1.800 para 4.500 Bs.S., de 18,58 para 46,46 euros à taxa oficial em vigor nesse dia.

No entanto, hoje, o novo salário mínimo dos venezuelanos, que entrou em vigor a 01 de dezembro, equivalia oficialmente a (26,21 euros).

Na Venezuela vigora desde 2003 um sistema de controlo cambial que impede a livre obtenção de moeda local e obriga os venezuelanos a solicitarem às autoridades as indispensáveis autorizações para aceder a divisas (moeda estrangeira) para as importações.

No entanto, são cada vez mais frequentes as queixas de dificuldades e demoras na atribuição das autorizações.

Por outro lado, existe um mercado paralelo, em que hoje o valor do euro era em média de 598,00 Bs.S.

Muitos dos produtos que se comercializam na Venezuela têm como referência o valor do euro no mercado paralelo.

FPG // EL

Lusa/Fim

Deixe uma resposta