Vista Alegre reforça capital em 17,4 ME para aumentar dispersão em bolsa para 25%

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A Visabeira anunciou hoje que quer aumentar o capital da Vista Alegre em 17,4 milhões de euros, através da emissão de 21,77 milhões de novas ações, de forma reforçar o capital disperso em bolsa (‘free float’) para os 25%.

A informação foi divulgada hoje em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O grupo Visabeira verá, com esta operação, a sua participação diminuir para 70% (dos atuais 94,14%), mas conforme explica no documento, beneficiará deste reforço de dispersão, com o alargamento da sua base acionista e, consequentemente, de uma maior liquidez das ações da Vista Alegre, “reforçando a sua atratividade perante potenciais investidores”.

O ‘free float’ da Vista Alegre ronda, atualmente, os 2,5% de acordo com a informação disponível no ‘site’ da empresa.

“É expectável que a oferta consista numa oferta de subscrição de até 21.772.735 ações ordinárias, a emitir no âmbito de aumento de capital da VAA com supressão de direito de preferência dos acionistas, e numa oferta de venda de até 21.772.735 ações ordinárias representativas do capital da empresa já emitidas e atualmente detidas pela acionista Visabeira”, lê-se no comunicado.

O lançamento da oferta está sujeito à obtenção das autorizações e aprovações necessárias e à adoção das deliberações da empresa e da Visabeira relevantes e dependentes das condições de mercado e dos interesses prevalecentes da empresa e demais ‘stakeholders’, tendo sido convocada, para dia 12 de outubro, uma assembleia-geral da empresa.

“O produto líquido decorrente da componente de oferta de subscrição tem ainda como objetivo a otimização das fontes de financiamento da estratégia da VAA, na implementação das medidas previstas no seu plano de investimentos, assim como o reforço da situação financeira e de balanço da Empresa, por via da redução de dívida”, refere.

O CaixaBI e o Millennium Investment Banking serão os parceiros financeiros na operação.

De acordo com as contas divulgadas pela empresa no final de agosto, o lucro da Vista Alegre subiu 41% no primeiro semestre, face a igual período de 2017, para 1,9 milhões de euros.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) cresceu 11% para sete milhões de euros.

ICO (ALU) // MSF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta